Video

15/04/2016

MEI deve fazer imposto de renda? Descubra se você precisa e como preencher a declaração passo a passo


Todos os anos os brasileiros possuem uma obrigação com a Receita Federal, a de fazer sua declaração de imposto de renda (IRPF). Neste período que vai de março a abril, sempre surgem muitas dúvidas, afinal todos querem evitar problemas com o Leão.

Quando os rendimentos estão associados ao trabalho no regime de CLT existe um documento que sempre ajuda, o Informe de Rendimentos, mas o Microempreendedor não possui este documento, então como fazer a declaração?

A dúvida fica ainda maior pois em todos os anos, até o mês de maio, os microempresários do MEI possuem a obrigação de fazer a declaração anual chamada de DASN SIMEI e desta forma muitos acham que não precisam fazer o Imposto de Renda na Pessoa Física.

Você é Microempreendedor Individual e não sabe se precisa fazer a declaração, continue lendo este post que explicaremos tudinho à você.

Imposto de Renda do MEI – Obrigação da Pessoa Jurídica ou da Pessoa Física
A primeira coisa que orientamos aos Microempreendedores que nos procuram é a necessidade de fazer uma gestão segregada da Pessoa Jurídica e da Pessoa Física.

É isso mesmo! Quando se abre uma MEI, existe uma Empresa, Pessoa Jurídica que tem como número de registro para a Receita Federal o CNPJ, e uma Pessoa Física que tem como número de registro para a Receita Federal o CPF.

Então quando você ler ou ouvir que o MEI tem como principais obrigações pagar a DAS, realizar o controle mensal de Receitas e fazer a declaração anual DASN SIMEI, essas informações estão totalmente corretas.

Se você quer saber mais sobre a declaração DASN SIMEI acesse nosso guia passo a passo.
Agora, o que você precisa se atentar são as suas obrigações como Pessoa Física, entre elas está a declaração de imposto de renda, na qual você também pode estar obrigado de acordo com os rendimentos gerados pela empresa.

O rendimento do MEI é o faturamento da empresa?
Não, o rendimento do MEI não é o faturamento da empresa. Achar isso é uma causa comum de erros e que pode levar você a pagar mais impostos.

Lembra-se do que eu falei sobre a Pessoa Física e a Pessoa Jurídica. O faturamento é algo ligado a empresa e não diretamente a seu proprietário, a este, o que vai efetivamente é o que sobra após o pagamento das despesas da empresa, não é mesmo? Vamos entender isso no quadro abaixo:

veja mais aqui: http://capitalsocial.cnt.br/imposto-renda-mei-irpf/?pushcrew_powered